Vitória

V

Com o sono dos mendigos
desprovi a importância da vitória.

Jurei compor uma ode
à indiferença e à solidão.

Uma espécie de tirania
contra o fim desse repouso.

Memória, sacrifico-te
como um cavalo ferido.

Lutarei sem condução
por dias sem retorno.

Que a luz do esquecimento
vocifere meu destino.

Anúncios