Relação

Desvenda

IMG_20180128_212906_568.jpg

Em teus frutos maduros
reencontrei esclarecidas
muitas verdades frágeis.

Cantadas, ainda que digam
aos ouvidos do povo,
já não mais as lembro.

Por assim esquecer
cubro-a com cinzas
que protegem a brasa.

Assopro a primeira boca
e vejo nascer a luz:

claro permanece teu rosto,
monumento forjado pelo sorriso.

Menina rara, o vento
domará nossos segredos.

Anúncios