PALAVRA

30704483_455982871503366_7288560261521211392_o.jpg
A palavra esquecida
evapora improvável.

Incinerado neste
caminho estranho
permaneço quieto.

A treva deglutida
pela boca calada
borbulha onde
não se sabe.

Sigo o método da dor
e faço da palavra
uma antiga opressão.

Desperto
a raiz tempestuosa
que cresce
no tempo da escrita

Deixo-a destruir
sonhos inúteis
que lutam por nomes,
pois serei agora
um mar intransponível,

o signo infinito de
idiomas mortos
na língua improvável
de cada palavra.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s